Frutas » Naturais Amora

Amora: benefícios para a saúde.

[Amora]
Fonte: OPAS

Amora é o fruto da amoreira, uma árvore da família das Rosáceas. A amora tem um formato semelhante a um cacho de uva em miniatura e sua cor vermelha, vinho ou roxa é bastante característica. É possível consumir a fruta pura, a sua folha em chás e até a farinha da amora.

O consumo da amora traz diversos benefícios para a saúde, como ajudar a prevenir a anemia e o envelhecimento precoce, e a manter a saúde dos ossos. Além de ser aliada para quem quer emagrecer, uma vez que tem poucas calorias e muitas fibras.

Já o chá de amora é muito utilizado por mulheres na menopausa, por conter substâncias que imitam a função do hormônio estrogênio no organismo, auxiliando a combater as ondas de calor.

Nutrientes

A amora é rica em vitamina Cvitamina Avitamina K, fibras e magnésio, e pobre em calorias - uma xícara da fruta tem cerca de 62 kcal. Todos estes nutrientes tornam a amora benéfica para diversos mecanismos do bom funcionamento do corpo, inclusive para manter a saúde dos ossos.

Por exemplo, para uma pessoa que segue a dieta padrão de 2000 calorias diárias, uma xícara de amora (144g) tem 67% do valor diário recomendado de consumo da vitamina C. A mesma quantidade de amora tem 6,36% do ferro e 4% de proteína, fazendo com que ela seja uma boa aliada na prevenção da anemia.

Benefícios da amora para a saúde

Ajuda no emagrecimento: A amora é rica em fibras - uma xícara da fruta (144g) tem cerca de 30% de do valor diário recomendado de consumo de fibras para uma pessoa que segue a dieta padrão de 2000 calorias diárias. Isso significa que ela ajuda na sensação de saciedade, auxiliando quem quer emagrecer.

Contra o intestino preso: Justamente por ser rica em fibras e também em água, a amora ajuda a regularizar o trânsito intestinal e a evitar a prisão de ventre.

Ajuda o sistema imunológico: Um dos "combustíveis" do sistema imunológico do corpo é a vitamina C, e a amora é rica neste nutriente - para uma dieta de 2000 calorias, uma xícara de amora contém mais de 67% do valor diário recomendado de ingestão de vitamina C.

Previne o envelhecimento precoce: A amora é rica em antioxidantes, e como todo o alimento com esta propriedade, ajuda a evitar a formação dos radicais livres e a prevenir o envelhecimento celular.

Prevenir a anemia: A amora é rica em vitamina C, nutriente essencial para a absorção do ferro pelo organismo, e também tem uma quantidade considerável do próprio ferro, fazendo com que ela possa ajudar a prevenir a anemia. Mas, atenção, apenas a amora não vai conseguir tratar a anemia em pessoas com o quadro.

Pode ajudar a prevenir o câncer: A amora e outras frutas vermelhas, como a framboesa, têm antocianinas, que são considerados fitonutrientes anticancerígenos por retardar o crescimento de células pré-malignas e evitar a formação de novos vasos sanguíneos que poderiam "alimentar" um tumor.

Reduz sintomas da menopausa: Este benefício é mais atribuído à folha da amora, preparada como chá. Isso porque ela é rica em fitormônios, que tem uma função no organismo bastante semelhante ao hormônio estradiol. Então ela pode ajudar a combater os sintomas típicos da menopausa, como ondas de calor, insônia, secura vaginal, alterações de memória etc.

Como consumir

São várias as formas que a amora pode ser consumida, desde a fruta in natura, até sucos, chás, bolos e outras sobremesas que a utilizem em sua composição. A amora pode, inclusive, depois de ser lavada e deixar escorrer o excesso de água, ser congelada, o que ajuda a aumentar o seu tempo de validade. Não consuma mais do que uma xícara da fruta por dia.

Contraindicações

Não existe uma contraindicação formal ao consumo de amora. Contudo, pessoas com diabetes devem maneirar na quantidade, uma vez que mesmo tendo um baixo valor calórico ela é rica em açúcares.

Pessoas que fazem uso de anticoagulantes, como quem já teve trombose, devem evitar o seu consumo ou limitá-lo a pequenas quantidades, de acordo com a recomendação do médico para cada caso. Isso porque a fruta é rica em vitamina K, que diminui a ação do remédio e pode ocasionar uma complicação do quadro.

Consumo em excesso

Não se recomenda comer mais do que, no máximo, uma xícara de amora por dia. Isso porque em excesso ela pode acabar acelerando os movimentos intestinais e provocar diarreia. Caso vá ingerir o chá de amora ou a farinha de amora também, o consumo da fruta deve ser diminuído.

Tabela nutriconal porção de 100g

*Valores diários de referência com base em uma dieta de 2000 kcal ou 8400J. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas.

Descrição Quantidade por porção %VD*
Valor energético 43Kcal=180kJ 2%
Carboidrato 9,6g 3%
- Açúcar Total 4,9g -
Proteína 1,4g 1%
Gorduras Totais 0,34g 0%
- Gorduras Saturadas 0,01g 0%
- Gorduras trans 0,00g -
- Gorduras Polinsaturadas 0,28g -
- Gorduras Monoinsaturadas 0,05g -
Fibra Alimentar 5,3g 21%
Sódio 1,0mg 0%
Cálcio 29mg 3%
Zinco 0,53mg 8%
Lipídeos 0,49g -
Magnésio 20mg 8%
Ferro 0,62mg 4%
Cobre 0,17mg 0%
Fósforo 22mg 3%
Potássio 162mg -
Cinzas 0,60g -
Manganês 0,65mg 28%
Retinol 21mcg -
Selênio 0,40mcg 1%
Vitamina B1 (Tiamina) 0,02mg 2%
Vitamina B2 (Riboflavina) 0,03mg 2%
Vitamina B3 (Niacina) 0,65mg 4%
Vitamina B6 (Piridoxina) 0,03mg 2%
Vitamina B9 (Ácido fólico) 25mcg 6%
Vitamina C 21mg 47%
Vitamina E 1,4mg 14%
Fonte: IBGE