Hortaliças » Naturais Escarola

Benefícios da escarola, como tirar o amargo.

[Escarola]
Fonte: Ativo Saúde

A escarola é uma verdura cheia de fibras, com folhas bem recortadas, frisadas ou encrespadas.

Seu gosto é suave, porém, quando comparado com outras folhas como o alface, por exemplo, o sabor da escarola é considerado mais amargo.

Isso porque é mais rica em alguns nutrientes e fitoquímicos, ela possui um gosto mais forte e específico.

De acordo com o nutricionista Carlos Canavez Basualdo, da Clínica Mais Excelência Médica, uma xícara de chá de escarola crua, que possui cerca de 150g, tem em torno de 26 calorias. E só essa quantidade é capaz de fornecer nutrientes importantes.

Propriedades da escarola

Por possuir uma alta carga de fibras e minerais antioxidantes, como o selênio, o magnésio, o zinco e a vitamina C, e os fitoquímicos, a escarola é uma folha com propriedades anti-inflamatórias, é antioxidante e probiótica.

Seu consumo gera benefícios para diversas funções no organismo e pode auxiliar no tratamento de sintomas e na prevenção de doenças. Confira alguns abaixo:

Benefícios da escarola

  • Auxilia no funcionamento do intestino com suas fibras, que ajudam a manter uma boa microbiota intestinal;
  • Fortalece o sistema imunológico, pois funciona como anti-inflamatório natural;
  • Previne o câncer, por possuir minerais e fitoquímicos que no poder antioxidante, que ajuda a bloquear a ação de radicais livres;
  • Ajuda a emagrecer, porque auxilia na sensação de saciedade;
  • Combate a anemia por ser rica em ferro;
  • Auxilia na saúde dos ossos e dos dentes pelas suas quantidades de cálcio;
  • Previne doenças cardiovasculares, porque é rica em carotenoides, que ajudam na proteção das células.

Como consumir

Como a escarola apresenta um gosto amargo, existe o costume de se consumir as folhas mais claras, já que elas possuem um gosto mais suave. Ou então consumi-la refogada e não crua.

Mas ela também pode ser consumida crua – apesar de assim suas folhas serem mais ásperas e do sabor mais amargo –, cozida a vapor ou refogada. “O ideal seria consumi-la imediatamente após o preparo para não se perder nutrientes”, alerta Basualdo.

O especialista também não recomenda consumir escarola com bacon. Isso porque ele é uma carne de conserva e processada, não muito saudável. Então, o ideal é consumir a escarola in natura.

Como tirar o amargo da escarola

O nutricionista diz que é possível deixar a escarola menos amarga. Veja algumas dicas:

  • Utilize 1 fio de azeite, óleo de coco ou qualquer óleo de origem vegetal para refogar;
  • Temperos naturais como alho, cebola, cúrcuma, pimenta do reino também ajudam a realçar o sabor picante;
  • Pode ainda ser refogada apenas na água ou abafada em panela de vapor.

Vale lembrar que o sabor amargo sempre ficará residual, ou seja, não sairá por completo. Mas caso ainda fique amargo é possível usar as folhas mais claras da planta, que têm um sabor mais suave.

Diferença entre escarola, chicória e almeirão

Apesar da escarola ser um tipo de chicória, o que muitos não sabiam, elas são diferentes. A escarola e a chicória até podem ser confundidas pelo sabor amargo, mas possuem gostos bem característicos.

A chicória e o almeirão possuem diversas composições nutricionais da escarola, mas apresentam origens diferentes. Além disso, suas texturas diferem umas das outras.

O produto Escarola

Não possui seus valores informados na tabela nutricional da TACO.