Hortaliças » Naturais Almeirão

O almeirão é nativo da Europa, África e da Ásia e é consumida no mundo todo. É da família Asteraceae, a mesma que a alface

[Almeirão]
Fonte: Alimentos

Pertence ao gênero Cichorium, por isso é conhecida como chicória amarga. Na região Nordeste, o almeirão e a chicória são vendidas como a mesma coisa. Suas folhas são verdes claras ou escuras, lisas, compridas e estreitas. O gosto é amargo graças às substâncias lactucina lactupicrina.

Seu plantio é considerado fácil. A época mais propícia é entre fevereiro e outubro na região Sul e fevereiro e agosto no restante do Brasil. Propaga-se por sementes, precisando de solo bem drenado e com matéria orgânica, pH próximo ao 7 e temperatura entre 20o e 28o. Prefere sombra com pouca incidência de luz solar e muita água.

Para fazer o canteiro, remova as pedras, aplique adubo animal e misture bem. Molhe e aguarde uns dias para plantar as mudas, respeitando o espaçamento de 10 cm entre linhas e 15 cm entre as mudas. O ciclo dura 70 dias no inverno e 50 dias no verão. A árvore tem entre 40 cm e 1 m de altura, caule duro e reto e as flores azuis ou roxas que lembram o crisântemo.

Consumida como salada, essa hortaliça amarga reúne vasto grupo de nutrientes. O poder nutricional é tanto que deve estar no cardápio duas vezes na semana. Se você torce o nariz para o sabor amargo, com certeza mudará de opinião ao conhecer os benefícios do agrião.

Propriedade do Almeirão

Conhece aquele ditado “pau para toda obra”? Assim é o almeirão. A hortaliça, parente da chicória, é rica em fibras, proteínas, ferro, cálcio, vitaminas A, do complexo B e C, magnésio, manganês, fósforo, zinco e potássio. Por tudo isso, o corpo como um todo se beneficia. O poder dele é tão grande que faz bem até para a saúde mental. Conheça todas as propriedades do almeirão e tente ficar imune a ele.

  1. Poderoso anti-inflamatório

As substâncias actucina lactupicrina são responsáveis pela ação anti-inflamatória do almeirão. O consumo regular é indicado para pessoas com dores musculares e nas articulações. O efeito anti-inflamatório também alivia dores provenientes de atividades físicas.

  1. Fortalece o sistema imunológico

A vitamina C é um dos antioxidantes mais conhecidos. Ela faz uma verdadeira faxina no organismo, eliminando tudo de ruim e ainda renova as células. A responsável por tudo isso são os fitoquímicos que removem toxinas que provocam doenças cardíacas e câncer.

  1. Melhora a circulação sanguínea

Pessoas com dificuldades circulatórias têm mais esse motivo para comer almeirão. Além do mais, a verdura é um coadjuvante no combate à angina, diminuição das artérias que levam sangue para o coração. Tal efeito é positivo, especialmente aos hipertensos. Contudo, consumir almeirão excessivamente pode alterar os batimentos cardíacos para menos.

  1. Evita e combate problemas digestivos e intestinais

A hortaliça elimina gordura do fígado e a inulina, presente no almeirão facilita a digestão. Por ser laxativo, o intestino também passa a funcionar melhor com a ingestão da verdura. Comer almeirão duas vezes por semana ajuda a evitar prisão de ventre, azia, indigestão, doença do refluxo gastroesofágico, insuficiência hepática e câncer de cólon e estômago.

  1. Ameniza os sintomas da icterícia

A icterícia é uma doença ligada a disfunções no fígado, vesícula biliar ou pâncreas. O principal sintoma são manchas amareladas na pele. Como um dos benefícios do almeirão é limpar o fígado, a verdura pode ajudar no tratamento.

  1. É diurético

Alimentos com essa característica fazem você urinar com mais frequência. Isso significa que as toxinas não esquentam lugar no organismo. Consuma almeirão duas vezes por semana e seus rins e fígado agradecerão.

  1. Ajuda a emagrecer

Cada 100 gramas tem apenas 23 calorias. A hortaliça é fonte de fibras, o que aumenta a saciedade. Porém, são apenas esses dois detalhes que ajudam no emagrecimento. O almeirão tem ainda inulina e oligofrutose, substâncias que equilibram os níveis de grelina, o hormônio relacionado à fome. Reunindo esses três fatores mais a atividade física, você emagrece mais e mais rápido. O poder do almeirão nas dietas de emagrecimento é tanto que ele vem sendo chamado de “o novo alface”, pois, pode ser incluído nos famosos sucos detox.

  1. Diminui ansiedade e estresse

O almeirão tem efeito sedativo. Sua raiz é usada para combater insônia, mas, o consumo in natura também ajuda a reduzir a ansiedade e o estresse. É bom lembrar que tais desequilíbrios emocionais são portas de entrada para o envelhecimento precoce, problemas hormonais e cardíacos.

Atenção! Mulheres com fluxo menstrual intenso devem evitar o almeirão, porque ele estimula a menstruação. O consumo também é contraindicado para gestantes, devido à sua ação abortiva. Alérgicos a margarida e calêndula não podem apreciar a verdura. Por fim, pessoas com doenças renais precisam consultar o médico antes de comer.

Variedades de Almeirão

Dos vários tipos de almeirão, o almeirão roxo é pouco comum. Menos amargo que o almeirão comum, é chamado de almeirão japonês e almeirão de árvore em Minas Gerais, orelha de coelho, radice ou radite e na região Sul. O almeirão roxo gosta de temperaturas amenas, podendo ser plantado o ano inteiro em locais com essa característica. Seu cultivo em áreas de clima quente deve ser feito entre março e outubro. Esse almeirão é colhido 60 dias após o plantio.

Já o almeirão do mato é mais popular. Gosta de sol e tem um sistema de irrigação que permite manter-se hidratado mesmo em períodos secos. Suas folhas podem ser lisas ou recortadas e tornam-se amargas após florirem ou quando estão velhas.

Como escolher e armazenar Almeirão

O almeirão é encontrado nas feiras livres, supermercados e sacolões. Você fará economia se comprar entre julho e outubro. Compre maços com folhas verdes, firmes e pequenas. Caso queira praticidade e goste de verduras picadas, compre se estiver devidamente refrigerado. Inteiro ou processado, a hortaliça dura até 3 dias em geladeira. Contudo, também pode ser armazenado em temperatura ambiente, desde que com a parte inferior em recipiente com água. A duração neste caso é de apenas 1 dia.

Como preparar Almeirão

A salada de almeirão é a principal forma de consumo, temperada com limão, azeite extravirgem, alho, cebola, pimenta e cheiro-verde. Para comer crua, é necessário limpar muito bem com água corrente e também com produtos específicos vendidos nos supermercados. A hortaliça também é ótima refogada e pode substituir o espinafre em tortas e quiches.

Tabela nutriconal porção de 100g

*Valores diários de referência com base em uma dieta de 2000 kcal ou 8400J. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas.

Descrição Quantidade por porção %VD*
Valor energético 18Kcal=75kJ 1%
Carboidrato 3,3g 1%
- Açúcar Total - -
Proteína 1,8g 2%
Gorduras Totais 0,22g 0%
- Gorduras Saturadas 0,00g 0%
- Gorduras trans 0,00g -
- Gorduras Polinsaturadas - -
- Gorduras Monoinsaturadas - -
Fibra Alimentar 2,6g 10%
Sódio 2,4mg 0%
Cálcio 19mg 2%
Zinco 0,29mg 4%
Lipídeos 0,22g -
Magnésio 21mg 8%
Ferro 0,74mg 5%
Cobre 0,10mg 11%
Fósforo 40mg 6%
Potássio 369mg -
Cinzas 1,0g -
Manganês 0,17mg 9%
Retinol - -
Selênio - -
Vitamina B1 (Tiamina) 0,10mg 8%
Vitamina B2 (Riboflavina) 0,18mg 15%
Vitamina B3 (Niacina) 0,63mg 4%
Vitamina B6 (Piridoxina) - -
Vitamina B9 (Ácido fólico) - -
Vitamina A - -
Vitamina C 1,7mg 4%
Vitamina E - -
Fonte: Taco